Stop Time

Share

Depois de ter aberto o sinal  (Green Light ), Ray Lema decidiu parar o tempo, melodias doces e cheias de ternura, como canções africanas de ninar que falam sobre os pequenos segredos da existência.

Um pedaço de pão, um pedaço de telhado, um pouco de amor,  é essa a vida que ele canta em ‘Cracies’. Ray Lema tem dentro dele a educação do ascetismo de seminarista na qual ele foi formado com a  música clássica européia e o canto gregoriano e a irresistível energia  dos seus anos  de juventude acompanhando as estrelas da música congolesa da época, o Joseph Kabasele e o Rochereau. Sua música tem o charme dessa dualidade: baladas fluidas e uma íntimidade  jazzy com efeitos minimalistas (piano, percussão, guitarra, vocais), o controle rítmico, lançadas como um convite para dançar, mas que fique longe dos excessos dos seus compatriotas. Ray Lema é um homem que escreve e pensa ao mesmo tempo. Suas criações não são explosivas e imediatas, mas são o fruto de uma lenta maturação do passado herdado dos anos passados a descobrir o mundo e sua  riqueza musical. Hoje, é tempo para respirar e fazer o balanço. Stop Time, Ray !!

Sylvie Clerfeuille – 27 de agosto de 2007 – ¬ © Afrisson

CD Track List :

  1. SATANA
  2. NGUELGUEDIGA
  3. CRACIES
  4. TOSSANGANA
  5. STOPTIME
  6. ZOLANA
  7. LE GRAND SORCIER
  8. QUE ÇA CESSE
  9. GOOD MORNING ZAIRE
  10. MALEBOVICE
  11. NEDDO
  12. SEPARATION

Ray Lema: voz, piano, Épinettes des Vosges, guitarra, percussão; Cathy Renoir: voz; Isabel Gonzalez: voz;  Jean-Philippe Claverie: guitarra; Pap Dieye: percussão; Valerie Belinga: voz; Christian Paoli: percussão ; Special Guests: Manu Dibango (7), Lokua Kanza (5);  gravação, mixagem: Março 97 em Davout Studios.; Técnico de Som (Gravação e mixagem): Philippe Abadie;  Diretor Artístico: Ray Lema ; Produção: Gilles Fruchaux (Buda Musique); Produção executiva: Philippe Jupin

Todas as canções foram compostas e arranjadas por Ray Lema; todas as letras são de Ray Lema, exceto “, Nguelguediga”, de Marie-Philomene Nga Publicado pela Editora EMI.

Share

Este post também está disponível em : Francês Inglês